Serviço de bombeiro hidráulico
  instalação de rede de chuveiros automáticos. 
SPRINKLER

  • Construímos toda a rede desde as bombas de recalque ate os chuveiros propriamente dito (sprinkler) incluindo a parte elétrica 

  • Reformamos redes antigas trocando os chuveiros ou sua localização .

  • Também chuveiros para diversas aplicações industriais.

  • Todos os serviços com acompanhamento de nosso engenheiro de segurança no trabalho.

  • Trocamos tubulação de incêndio,

  •  Trocamos registro de incêndio, 

  • Fazemos testes para verificar a existência de vazamentos na rede de incêndio.

Os sprinklers são o único sistema que inicia o combate sem a necessidade da ação humana; qualquer outro meio, como extintores e mangueiras, obviamente pressupõe a ação de pessoas. Normalmente é aí que se encontra o problema do combate, pois como o fogo provoca altas temperaturas em pouquíssimo tempo, e a fumaça escurece o ambiente e tira o oxigênio, é particularmente complicado enfrentar o incêndio.
 
O sprinkler é um pequeno chuveiro, fechado por um elemento sensível, chamado bulbo, à temperatura, instalado numa rede de tubulação hidráulica, que deve estar constantemente pressurizada. Como os bicos estão fechados pelo elemento sensível, não há problemas de vazamento.

Quando a temperatura ambiente começa a aumentar pela ação do fogo, o bulbo abre o sprinkler. Para melhor controlar essa abertura, foram definidas algumas temperaturas de acionamento. No mundo inteiro se fabricam sprinklers com bulbos que se abrem às temperaturas de 68, 79 , 93 e 141º C. Existem algumas outras variações, mas estas são as temperaturas mais comuns. A maior parte dos sprinklers disponíveis no mercado brasileiro se abre a 68º C.

Começando um incêndio, a temperatura vai se elevando. Ao chegar à temperatura de acionamento do bulbo, ele se rompe, liberando a passagem da água, que cai circularmente, cobrindo uma área de 16 m2. Caso o incêndio já se encontre numa área maior, outros sprinklers se abrirão; e é muito comum que dois ou três sejam suficientes para dar conta do recado. Os sprinklers abrem-se individualmente, e por isso não há risco de que o fogo em um cômodo provoque uma chuva dentro de outro que não tem nada a ver.


voltar